Páginas

4 de fev de 2012

Para uma amiga que eu julguei mal


Nós tínhamos uma boa relação de melhores amigas há muito tempo. Mas com o tempo ficamos bem diferentes uma da outra, com gostos diferentes, objetivos diferentes, pensamentos diferentes, atos diferentes.... e depois de alguns acontecimentos acabamos nos afastando. Isso já estava acontecendo aos pouco há bastante tempo e nós mesmas não percebíamos... depois que crescemos tudo ficou diferente.
Depois de nos afastarmos eu tive raiva de você, eu falei mal de você, eu tentei afastar meus amigos de você. Eu queria ver você se ferrar por andar com as pessoas que eu não suporto ficar perto, e não confio. Ao invés de você andar com quem sempre esteve do seu lado nesses longos anos.
Mas agora, nesses dias que eu estou me dando conta de várias coisas que estavam na minha frente e eu não queria enxergar... vi que eu não te odeio. Por mais que eu tenha te chamado de “ex-amiga”. Realmente, eu não gosto muito da pessoa que você se tornou... mas você não mudou por completo, eu sei que a minha antiga amiga ainda ta lá, bem no fundo de você mesma. E por mais que eu negasse.... eu sinto sua falta, e ainda gosto muito de você.
Desculpe por ser tão idiota em afastar mais ainda de você. Mas foi você mesma que começou com isso. Culpadas a parte, a verdade é que eu ainda te considero muito, por mais que não pareça e por mais que você não me considere nada.

by Débora Delgado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
♥Layout desenvolvido por por Marcella Kovacs todas as artes foram feitas por mim, exclusivas para o blog A GAROTA E O TEMPO. © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • NÃO COPIE PARCIAL OU TOTALMENTE O LAYOUT. Topo