Páginas

12 de jul de 2012

E cadê meus amigos nessas férias?

Estou de férias , finalmente. Agora posso descansar e fazer algumas coisas que esperei pra fazer agora porque antes tinha que estudar. Até aí tudo bem. Agora vou citar os problemas: o que eu quero fazer é apenas mergulhar em livros, séries, animes e filmes e dormir. Algumas pessoas podem ver isso como uma coisa normal, de alguém que quer apenas descansar nessas duas semanas sem aula. Outras já olhariam de outra forma, que eu sou uma pessoa anti-social, o que não deixa de ser verdade.
Analisando as coisas de um tempo pra cá, percebi que as pessoas tem se afastado de mim. Não sei se estou ficando chata demais, ou todos estão chatos demais, se estou sendo sincera demais e por isso todos tem se afastado, se estou andando de mal humor... não sei o motivo. Sei que me afastei de muita gente, e os poucos que ainda restam, sinto que estão se afastando ainda mais. Sei que com o tempo as coisas mudam, as pessoas mudam, mas algumas mudanças e umas não-mudanças de alguns amigos meus são difíceis, pra não dizer impossíveis, de aceitar.
Estava olhando fotos hoje. Esse ano tirei pouquíssimas. Fui no Facebook de alguns amigos meus e vi que eles tem várias fotos com amigos. E eu, quase nenhuma. Tudo bem que andei fugindo de câmeras, fugindo de sair... mas nas vezes que saí esse ano foram diferentes, as pessoas conversavam comigo, claro, mas eu senti todos distantes de mim.
Ás vezes sinto que os livros, meu quarto e meu computador são os únicos que me entendem, os únicos com quem eu me sinto realmente bem o tempo todo, mas não dá pra ser amiga de objetos e viver trancafiada em um quarto. Isso me faz sentir uma Rapunzel presa em uma torre, a espera do príncipe que virá me salvar. Mas mesmo que ele aparecesse não adiantaria, eu preciso é de amigos, amigos de verdade, amigos que vão sair comigo, que virão na minha casa e eu na deles, amigos que vão me aturar em dias de mau humor, amigos que vão estar do meu lado em momentos tristes e alegres, amigos que vão “brigar” comigo, mas jamais aceitarão que outra pessoa brigue, amigos que vão estudar comigo, que vão tirar fotos comigo, que vão cantar comigo, amigos para me divertir, amigos para serem amigos.
Não sei o motivo ainda de ter ficado assim, mas vou passar a analisar isso sozinha, e encontrar uma forma de amenizar o problema. Sim, está difícil conseguir amigos hoje em dia, e os poucos que conseguimos vão embora. Não me sinto aceita pelas pessoas, vejo elas distantes de mim, e fisicamente tão perto. De repente vem uma angústia de “eu sou diferente?”, não, eu sou humana, e todo ser humano precisa manter relações com outros seres humanos. Então, eis a questão a ser analisada, o problema são as pessoas ao meu redor ou eu?

by Débora Delgado

2 comentários:

  1. Também me sinto assim, principalmente nas férias que você tanto desejava, ver seus amigos se afastando de você cada vez mais, comigo isso está acontecendo pois sou uma pessoa extremamente tímida e com isso acabo ficando calada, na minha, sem falar nada, e isso acaba comigo! vendo meus melhores amigos se afastando de min por causa de min mesma. Queria poder não ser mais tímida, a timidez acaba comigo

    ResponderExcluir

Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
♥Layout desenvolvido por por Marcella Kovacs todas as artes foram feitas por mim, exclusivas para o blog A GAROTA E O TEMPO. © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • NÃO COPIE PARCIAL OU TOTALMENTE O LAYOUT. Topo