Páginas

8 de dez de 2011

Chuva em meu coração


Quando chove eu me pego pensando em momentos que eu ainda não vivi. Em sentimentos que não deveria mais sentir, em pessoas que eu não devia mais pensar, em tudo que eu poderia ter vivido e não vivi, em como as coisas poderiam ter sido diferentes. Mas não foram, e essa realidade machuca. Esses dias de chuva sempre me trazem todas as lembranças a tona. Mais ainda dos meus dias mais tristes, numa época em que eu ainda acreditava em finais felizes, época que eu me decepcionei, muito. Com a pessoa que eu mais amava. Amava? Bem, amo. Esse sentimento é mais forte que eu, não consigo encontrar uma forma de tirar ele de dentro de mim. É como se eu fosse uma viciada em drogas, eu posso fugir, tentar esquecer, ficar sem por um tempo, me controlar. Mas é só eu simplesmente ver, ter ele na minha frente.... já era. Volta tudo, as lembranças, as alegrias, as tristezas, o medos, arrependimentos, e aquela vontade de correr até ele. É nesse momento que vem a angustia. De não poder fazer isso, de que tudo que eu vivi, ficou apenas no passado. Um passado que não volta mais, e que por mim eu viveria mil vezes. Porém, as coisas não são assim tão simples. Logo, eu controlo o impulso de correr para ele. E vou pra longe. Não suporto ficar perto dele, ouvir a voz dele, olhar nos olhos dele... e ver que por mais que ele esteja perto, eu sinto como se estivéssemos a quilômetros de distância. Uma distância que eu sempre senti entre nós dois. Mesmo nas vezes que estávamos juntos, nas conversas, abraços, beijos e olhares. Ele sempre esteve distante de mim, como se não adiantasse eu correr, ele era inalcançável. Dizem que o amor impossível dura mais por ser impossível. O ser humano gosta de ser desafiado, e isso nos faz tentar e tentar, e quando alcançamos nosso objetivo sentimos um vazio. Acho que essa é uma maneira fria de ver as coisas. Acredito que eu alcancei esse objetivo, várias vezes. E mesmo assim..... eu não desisti. O que eu sinto ainda está lá, firme, forte e verdadeiro. Mesmo que eu consiga ficar longe, ficar com outros caras.... superar não significa esquecer. E a chuva em meu coração continua forte como a chuva lá fora....

by Débora Delgado

2 comentários:

  1. Muito lindo!!! vc escreve mto bem!!! parabéns!!
    Adorei seu blog! Beijo!

    ResponderExcluir

Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
♥Layout desenvolvido por por Marcella Kovacs todas as artes foram feitas por mim, exclusivas para o blog A GAROTA E O TEMPO. © 2013 • Powered by Blogger • Todos os direitos reservados • Melhor Visualizado no Google Chrome • NÃO COPIE PARCIAL OU TOTALMENTE O LAYOUT. Topo